Avançar para o conteúdo principal

Sónia Castro - Uma jornalista pelos palcos...

Conheci a Sónia penso que em 2001, na altura em que preparamos o musical "Memory" com o Grupo de Teatro Contrasenso. Com o passar dos anos a Sónia continuou o seu percurso teatral, musical e profissional, estivemos alguns anos sem falarmos muito, mas sempre admirei a sua versatilidade.
Aqui fica aquilo que já fez por este meandros dos palcos...


De 1995 a 2005 integrou o Grupo de Teatro Grupo Gólgota em Santa Maria da Feira com as peças:
"O Padre que se drogou..." – 1995 a 1999 

“Via-Sacra” – 1996 a 2006 
"Entrada Triunfal" – 1998 
"Ser Passionista no Mundo" – 1998 
"Santa Maria, Mãe do Tempo Novo" – 1998 
"O Bailarino Santo" – 1999 
"Os Filhos Pródigos" – 2000 a 2005  


Encenações de João Bezerra


De

1996 a 2000

Teatro da Academia em Viseu com as peças:
Performance “Da minha língua vê-se o mar” – 1996 

“Salvação” – 1996 
Performances "Azul" e "Vermelho" – 1997 
"Arca de Noé" – 1997 
"Delícias & Malmequeres" – 1998 
"Uma cadeira nma brincadeira" – 1998 
"Delícias & Malmequeres" – 1998  
Noite de Guerra" - 1999
"Haja Respeito!” – 2000


Encenações de Jorge Fraga



1999 - Formação do "Indo eu" - Projecto teatral inovador em Viseu, cujas várias actuações se definem como exercícios teatrais e performances, em locais diversos.


2000 - Workshop “A Poética do Espaço”, por Paulo Matos
Participação na peça protagonizada por este actor, “E Agora, Outra Coisa”, no Teatro Viriato - Viseu.

2003 - Teatro da Trindade (Lisboa) - “Viriato” – 2003
Autoria de Diogo Freitas do Amaral, encenação de Jorge Fraga.

2006 - Projecto de exploração – exercícios sobre o conto “A Testemunha” de Manuel da Fonseca, dirigido pelo actor Hugo Miguel Coelho

Projecto teatral CorpoCriações da Associação Ex-Quorum (Lisboa).



2001 a 2012 - Teatro Contra-Senso (Lisboa) com as peças:


“Memory” – 2001 e 2006
“Musas” – 2002
“3 Graças e 6 Sentidos” - 2003 e 2007
“Dancing With the Devil” – 2003
“É meia-noite, Doutor Schweitzer” - 2004
“À Noite” – 2004 e 2012
“Romeu e Julieta” - 2007

Encenações de
Miguel Mestre








Dentro de momentos segue a entrevista à Srª Jornalista Sónia Castro...




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Peça de Natal "Os Espíritos de Natal"

Faltando menos de três meses para o Natal, começa a procura de textos, versos, canções para a quadra natalícia. Num outro blog que tenho http://bluestrassbychristmas.blogspot.pt, tenho lá um texto escrito por mim. Ao fazer a pesquisa no Google por "Peça de Teatro de Natal" congratulo-me de dizer que a minha página é a segunda mais procurada. Logo achei por bem, colocar aqui também a dita peça, uma vez que este cantinho trata de partilha de opiniões, de textos teatrais.
Este ano não é excepção, a dita peça vai estar disponível em ambos os blogs, sem que qualquer grupo ou particular tenha que pagar direitos de autor. Esta é a minha única peça colocada na íntegra na Internet.
Podem usá-la, apenas agradecia um email para sandra.cabacos@gmail.com ou deixando um comentário aqui, com indicações de que a vão fazer... não é pedir muito, pois não?? Também não vale a pena virem comentar que a história não é original, que as canções não são minhas, a minha única resposta será que escrev…

Carta ao Jornal "Meia-Hora"

Teatro por amor à camisola...

Quando li o editorial do vosso 1º número, chamou-me a atenção falarem da liberdade de expressão, hoje qualquer um de nós pode falar no próprio tema sem qualquer problema, ou pelo menos pensamos nós que sim.
Precisamente por isso, resolvi escrever-vos. Resolvi propor-vos que façam uma pesquisa e dêem uma oportunidade a quem trava “duras” batalhas pela sua própria liberdade de expressão. De entre muitos que o fazem eu pertenço a um desses grupos, os grupos de teatro amador. Pode até parecer estranho, mas sim, estes grupos lidam todos os dias com as mais adversas dificuldades para pôr de pé um espectáculo por mais pequeno e simples que seja.
Desde orçamentos reduzidos quando não inexistentes, carência de actores e técnicos, tentativas de agradar a “gregos e a troianos” (vulgo público) e uma força de vontade de sonharmos ser um bocadinho maiores do que na realidade somos, de tudo nós temos um pouco.
Quando se fala que existe falta de público para assistir a peças…

"Eu cá nunca fiz Teatro!"

Image in http://flyingshoesstudio.blogspot.pt/

"Eu cá nunca fiz Teatro! Não tenho jeito para isso."

Isto é o que dizem muitas pessoas, não tendo noção na realidade, o quanto somos actores durante toda a nossa vida. Toda a vida nós passamos por momentos em que de uma maneira ou de outra nós somos actores e actrizes mesmo inconscientemente. Sempre que falamos, sorrimos, acenamos, beijamos alguém pela qual nós não nutrimos uma simpatia profunda, estamos a ser actores...

Definição de actor: "Sujeito que interpreta determinado papel ou guião, representando, ou incorporando certa personagem (...) Pessoa dissimulada ou fíngida."in/http://www.lexico.pt

Um actor que estuda, se prepara para apresentar um peça de Teatro, defronta-se com mais ou menos dificuldades em criar a figura que lhe foi confiada. 
Como criar por exemplo uma personagem de um esquizofrénico? Pesquisa-se, tenta-se falar com alguém que o seja (se bem que …