quinta-feira, 8 de maio de 2008

Amantes da Noite...

O Grupo de Teatro do Ginásio Clube de Queluz apresenta a peça "Amantes da Noite" no Salão Nobre d’Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Queluz.

"Clown e stripper ficam ao relento… Sentados nos degraus do Olimpo dos sonhos, recusam terminantemente a prisão do vazio, vazio que preenchem na embriaguês dum riso pueril até a garrafa de whisky se esvaziar em sucessivos goles estapafúrdios.
O clown, num gesto técnico - “Música Maestro!”

- solicita à Lua intrusa os acordes de uma canção de mar.

Acordes que estimulam a imaginação destes errantes noctívagos

– ela, por magia das brisas, aparece vestida de corais, executando movimentos de ventre suaves.
Ele, improvisando, fá-la deslizar-se através de uma a cadeira de escritório, que, provavelmente, alguém havia deitado à rua, ao lixo ou ao acaso do espaço nocturno, num momento em que a sua mente se desburocratizou.
- sabe-se lá!
- se libertou do espartilho normativo dos comportamentos ou quem sabe?
- no instante em que perdeu o tempo de ser alguém com poder sobre alguém ou coisa nenhuma.
Mas isso agora pouco importa, porque pouco ou nada importa mesmo.
O que importa, aqui e agora, é que o objecto cadeira de escritório com rodas interaja cenicamente na geometria dos passos de uma dança pretensamente criativa, que, de penumbra em penumbra, os faça assumirem-se cúmplices nos sons melódicos da intimidade.
Eflúvios de álcool e abundantes reticências no guião do desencontro,embriaga-os.
Alucina-os. Como a fantasia alucina os poetas."